segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Vamos sortear uma bike pra criançada

Os plugados vai sortear uma bicicleta no dia 12 de outubro pra toda criançada que ligar e participar ao vivo no programa.Mais uma parceria da  Hipercell e Digicell e os plugados na 87.O papai,a mamãe,o irmão mais velho,a vovó pode ajudar a criançada nas brincadeiras dentro do programa.E ainda temos super brindes todos os dias pra galerinha.

domingo, 4 de setembro de 2011

A OMB(Ordem dos Músicos do Brasil) pode chegar ao fim?


Superior Tribunal Federal dispensou os músicos do registro na Ordem dos Músicos do Brasil como pré-requisito para o exercício da profissão.
Além disso, quem algum dia foi numa OMB tirar a maldita carteirinha sabe que era uma grande palhaçada.
Existiam 2 categorias. A “Músico” que você teria que ler alguma partitura cabeluda e sem sentido, e a “Músico Prático” que era chegar lá e tocar alguma coisa em algum instrumento.
Ambas valiam para o exercício da profissão.Adivinha qual 99,9% dos músicos escolhia?
Pronto, tava arrumada a palhaçada. Mas a mensalidade (ou anualidade) tava lá prá gente pagar.
A lei que inventou a Ordem dos Músicos do Brasil foi promulgada em 1960, mais na tentativa de defender o músico perante a lei do que fazer o que fizeram com a Ordem.
Quando a sindicalização é algo obrigatório, tem alguma coisa errada acontecendo, né?
Um exemplo clássico aconteceu com Ary Barroso. Ele deixou de pagar a anualidade e foi proibido de tocar e de ter suas músicas tocadas por qualquer outro artista pela OMB. Isso nos idos do antigamente, mas mostrava já o que era a OMB…
Depois virou o que virou. Um poço de gente só interessada em arrecadar, sem oferecer nenhuma contrapartida.
O fim da OMB marca o fim de uma época em que a gente tinha que fingir alguma coisa prá conseguir alguma coisa que também era fingida. Ter a carteirinha não era a garantia de que você era um bom músico, nem que você estaria protegido nos termos da Lei, e nem que a classe artística ou os contratantes teriam qualquer tipo de garantia.
Era só um pedaço de papel com uma foto que não servia prá nada nem prá ninguém.
E o que isso muda na vida das pessoas ?
Essa ação deu ganho de causa para 1 músico em Santa Catarina (ou para um grupo de lá). Agora, com essa jurisprudência, todo músico pode entrar com o pedido e ganhar a causa. Ou seja, a lei não foi promulgada, mas a decisão do STF sobre o assunto abriu o caminho para que todo mundo tenha o mesmo benefício.

Prá você que vai pros botecos ouvir o povo tocar não muda nada. Ainda vai ter gente boa e gente ruim tocando.Mas para o dono da balada, é uma preocupação a menos, para o artista é outra preocupação a menos e para a OMB muda muito.
Finalmente a OMB voltará às suas origens e terá que fazer algo interessante e concreto para melhorar a vida do músico.  É um começo, mas ainda tem muito a fazer para chamar o músico de volta à instituição…
Muito bem !

Tudo de bom,
Maestro Billy.(Do Caldeirão do Huck)